Como organizar sua vida digital

Já escrevi outras vezes sobre a questão da invasão da privacidade que estamos sujeitos por utilizarmos serviços online “gratuitos”. Apenas para ilustrar, vamos a um exemplo: seu email. Se você utiliza um serviço de email gratuito (e a maioria utiliza) é importante saber que suas mensagens não são privadas.

Todos os emails que você envia e recebe, os contatos que tem na agenda e a frequência que conversa com cada um desses contatos são objetos de algoritmos que buscam construir o seu perfil de usuário e principalmente de consumo.

Isso quer dizer que suas compras, viagens, sites que utiliza, etc compõe grandes bancos de dados com o objetivo de gerar lucro e incentivar o consumo. Embora seja um chavão, a verdade é que “quando você não paga por um produto o produto é você”.

Ao multiplicar isso por todas as redes que utiliza e conteúdos que consome todos os dias é factível que muita informação sua é obtida a partir desta sua utilização. Em breve iremos conversar mais sobre essa invasão de privacidade e uso (uso esse que você permite!) de seus dados pessoais.

Mas, além desse problema da privacidade, temos também a questão do excesso de informações, redes, sites e conteúdo que somos expostos todos os dias usando o computador. E é justamente sobre isso que quero falar um pouco.

As redes sociais no geral, estimulam a exposição, o consumo rápido e a postagem frequente. Em um estudo de 2016 intitulado “Motivators of Online Vulnerability: The Impact of Social Network Site Use and FOMO.” (Motivadores de vulnerabilidade online: O impacto do uso das redes sociais e FOMO) (PDF Disponível aqui (em inglês)) os pesquisadores discutem o aumento de FOMO (sigla em inglês para Fear Of Missing Out, ou o medo de perder algo que está acontecendo, em tradução livre) e sugerem que pessoas podem aumentar o comportamento de autopromoção em redes sociais como forma de compensar a inadequação social.

Dessa forma, quase que sentimos uma necessidade/obrigação de postar algo todos dias. E essa sensação de “dever cumprido” passa rápido. O próprio conceito de “stories” (publicações que duram apenas 24 horas) também corrobora para esse objetivo. Publique alguma coisa agora e daqui a 30 minutos precisava acessar e verificar se teve comentários ou curtidas. E esse ciclo se reinicia indefinidamente.

Está gostando do que está lendo? Siga nosso trabalho deixando seu email que todos os novos artigos serão enviados direto para você no mesmo instante!

Talvez você se lembre, mas uma rede social fez, algum tempo atrás, uma tentativa de remover o número de “curtidas” recebidas nas postagens. Acabou desfazendo essa mudança em seu sistema por insatisfação dos usuários com essa alteração. Infelizmente, “o que tem mais curtidas é mais importante, é verdadeiro, vale mais, merece minha atenção” ou ainda “talvez isso não seja verdade, tem poucas curtidas e ninguém compartilhou”.

O problema ainda persiste pelo fato de que isso tudo pode atrapalhar seu trabalho real, sua produção de verdade quando está na frente do computador. Na cena final do filme 300 no momento em que Lêonidas, interpretado pelo ator americano Gerard Butler, prepara-se para atacar Xerxes o narrador fala:

His helmet was stifling, it narrowed his vision. And he must see far. His shield was heavy. It threw him off balance. And his target is far away Seu elmo era sufocante, estreitava sua visão. E ele precisava ver longe. Seu escudo era pesado. Isso o deixava desequilibrado. E seu alvo estava longe.

Da mesma forma é assim também longe das telas do cinema, aqui no “deserto do mundo real”. Se precisamos ver longe é necessário retirarmos tudo o que é desnecessário e atrapalha nossa visão. Remover os excessos, abrir mão do que é pesado e nos tira o equilíbrio, afinal precisamos atingir o alvo, o objetivo, estando ele perto ou longe. E, muitas vezes, os melhores objetivos ficam longe. É preciso trabalho.

Vamos então à algumas sugestões práticas do que você pode fazer para tornar seu uso da tecnologia mais produtivo:

Redes sociais em geral

  • EXCLUA. Se não conseguir excluir, siga alguns passos para despoluir. A rede social não é para “conectar pessoas”, na verdade nunca foi. É para gerar dinheiro para o dono dela e tomar o seu tempo.

  • Siga somente quem você conhece na vida real. E só permita que te sigam também somente essas pessoas.

  • Exclua retweets e postagens desnecessárias. Remova posts “salvos” também.

  • Coloque as stories no mudo. Todas.

  • Desligue todas as notificações das redes.

  • Apague conversas antigas que ficam se acumulando e mensagens privadas.

  • Apague os aplicativos do seu celular e use somente via navegador no computador. E mantenha sempre “deslogado” para te exigir senha toda vez que precisar acessar.

  • Não salve a senha no seu computador, isso te obrigará a digitar toda vez que quiser acessar aumentando a dificuldade :)

Aplicativos de mensagens

  • Não se guarda nada de mensagens. Lugar para históricos e registros é o email.

  • Comunicação corporativa oficial é o email. Você pode até adiantar alguma coisa por um aplicativo de mensagens mas exija sempre email para formalizar.

  • Trabalhe sempre com o conceito de Inbox Zero, ou seja, exclua tudo, limpe e organize. O que for importante arquive em outro lugar (olha o email aí de novo).

  • Recebeu um meme? Ria, repasse se quiser e apague.

  • Desligue a opção do aplicativo “fazer cópia de segurança das mensagens na nuvem”. Lembre-se: O objetivo deve ser diminuir a dependência desses aplicativos e não aumentá-la.

  • Desligue as notificações do seu celular, isso atrapalha sua concentração. De tempos em tempos você acesse e lê/responde.

  • SOMENTE PARA OS CORAJOSOS: Use um aplicativo de mensagens alternativo como o Telegram. Talvez até alguém comente com você: “Ah, mas quase ninguém usa!”. (Ainda bem)

Email

  • Seu objetivo é todos os dias manter a caixa de entrada limpa e não com 2.345 emails não lidos.

  • Crie pastas como “Trabalho” e “Escola” e use-as para arquivar tudo que for precisar.

  • Se quiser crie outras pastas para demais projetos/atividades.

  • Crie filtros para automaticamente guardar emails de listas de discussões que assina em pastas específicas.

  • Cancele o recebimento de todas newsletters que não te interessa como lojas, promoções, etc.

  • Ative autenticação de duas etapas.

  • Passe cada email e faça o seguinte:

  1. Responda ou resolva e depois arquive.

  2. Se for possível delegue encaminhando para alguém.

  3. É algo importante mas não pode resolver agora? Use a opção de “adiar” para que o email saia da sua caixa de entrada e apareça no dia ou semana seguinte.

  4. É um email que pode precisar um dia? Coloque dentro da pasta Referência.

Telefone

  • Apague todos os aplicativos que não usa. Não deixe lá porque “talvez eu precise”. Nada disso. Olhe para cada aplicativo e pergunte “Eu usei isso nos últimos 15 dias?” Se a resposta for não, exclua. Você pode instalar de novo se precisar.

  • Desligue todas as notificações. Se preferir deixe no modo não perturbe.

  • Apague todos os prints, piadas, fotos inúteis, fotos fora de foco e repetidas.

  • Faça backup de suas fotos no computador ou algum serviço de backup em nuvem.

  • Faça também cópia de segurança de outros arquivos e informações importantes.

  • Apague aplicativos de lojas virtuais.

  • Instale o Kindle e leia mais :).

  • SOMENTE PARA OS CORAJOSOS: Configure seu telefone para ficar preto e branco. Removendo a cor você diminui ainda mais o interesse em perder tempo no celular.

Arquivos

Coisa demais pra falar sobre a organização de arquivos, vou comentar disso em um artigo separado. Você vai gostar :)

O que eu faço?

Bom, comentei acima algumas dicas de como você pode adotar um certo minimalismo tecnológico com o objetivo de ajudar a se concentrar no que realmente interessa do seu trabalho. Apenas como comparação vou comentar o que eu faço e o que ainda não consigo fazer para diminuir a dependência de algumas redes/serviços.

Excluí Instagram e Facebook. Uso o Linkedin e Twitter, ambos somente pelo desktop. Não tenho mais aplicativo deles no celular.

Eu optei por usar o Telegram como programa de mensagens principal. Tem muito mais recursos que seus concorrentes, não precisa ficar sincronizando com o celular para poder usar a versão web ou desktop, etc. Com quem não usa Telegram eu me comunico com a tecnologia do século passado, SMS. Excluí minha conta dos outros serviços de mensagens. Sigo alguns canais e mantenho o meu canal no Telegram também. Não guardo mensagens particulares, sempre limpo. Uso bastante o recurso de “Arquivar” do Telegram, que diferente do seu concorrente, funciona muito bem.

Sou muito organizado com email. Tenho meu email pessoal e meu email do trabalho. Ambos ficam abertos e busco resolver/delegar/arquivar o mais rápido possível. Não consigo todos os dias, mas meu objetivo é sempre deixar a caixa de entradas zerada. Fazendo minha mea culpa, eu uso o Gmail. Tentei mudar para o ótimo Protonmail mas não consegui (ainda).

Outra coisa que dou muita atenção são meus arquivos. Tenho backup de todos, a ponto de formatar meu computador agora e não perder nada. Não deixo nenhum arquivo/link/ícone na área de trabalho. Minha pasta downloads está sempre LIMPA. Vou comentar depois em um próximo artigo exatamente a estratégia que uso para organizar os arquivos.

É isso, espero que essa lista seja útil. Nem sempre é possível aplicar tudo e cabe, claro, o bom senso e realidade de cada um.